Goiás – Saúde de Aparecida reforça o enfrentamento à Sífilis com ações educativas e testagens

Durante o ano todo, especialmente no mês de outubro, a população pode fazer testagens rápidas e receber orientações e os tratamentos adequados para cada caso

Em alusão ao Outubro Verde, campanha de conscientização para o enfrentamento da sífilis, doença que afeta pessoas no mundo inteiro, a Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida (SMS) promove, ao longo deste mês, uma série de ações educativas e com testagem rápida para diagnosticar essa Infecção Sexualmente Transmissível (IST). A programação também terá atividades destinadas aos profissionais da rede da SMS para destacar a importância do diagnóstico e do tratamento adequado da sífilis nas gestantes e em mulheres e homens de todas as idades.

“A sífilis é um problema sanitário mundial que tem impacto na saúde reprodutiva e infantil, e, infelizmente, está reemergindo no Brasil. Se não for tratada, pode se agravar e acometer diversos órgãos e sistemas do corpo e é transmitida por contato sexual e também verticalmente para o feto durante a gestação de uma mulher com a doença não tratada ou tratada de forma não adequada”, explica o secretário de Saúde Alessandro Magalhães.

Nesse sentido, o gestor enfatiza que os profissionais de saúde devem estar “aptos a reconhecer as manifestações clínicas, conhecer os testes de diagnósticos disponíveis, e, principalmente, saber interpretar o resultado do exame para diagnóstico e controle do tratamento. Daí a importância de uma mobilização como essa que atinja a população e também os trabalhadores da rede”.

Segundo o último Boletim Epidemiológico de Sífilis divulgado pelo Ministério da Saúde (MS) em 2020, houve uma taxa de detecção de 72,8 casos por 100.000 habitantes em 2019. No mesmo ano, a taxa de detecção de sífilis em gestantes foi de 20,8 para 1.000 nascidos vivos; a taxa de incidência de sífilis congênita foi de 8,2 e a taxa de mortalidade por sífilis congênita foi de 5,9 por 100.000 nascidos vivos.

A coordenadora do Programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s)/Aids e Hepatites Virais da SMS, Daniele Prates, explica que a campanha, em Aparecida, visa intensificar a testagem, atualizar e orientar os profissionais sobre a importância da realização do teste rápido, tratamento e acompanhamento, bem como sobre o fluxo de atendimento para as sífilis adquirida, em gestante e congênita.

Mais prevenção, menos doentes

“Também reforçaremos as ações de educação em saúde e as orientações para gestantes sobre a importância do tratamento adequado da sífilis quando for diagnosticada no pré-natal, e vamos orientar a população quanto à importância do uso do preservativo, do diagnóstico precoce e do tratamento e acompanhamento adequados. Dessa maneira, é possível ampliar o acesso à prevenção, ao diagnóstico e ao tratamento para reduzir novas infecções e mortes”, acrescenta Daniele.

Segundo a SMS, atualmente, em Aparecida são ofertados os Testes Rápidos para a detecção de sífilis, HIV e Hepatite B e C em todas as UBS’s. Esses exames são realizados, analisados em interpretados em meia hora sem a necessidade de estrutura laboratorial.

Confira as atividades do Outubro Verde em Aparecida:

Distribuição, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), Centros de Saúde, no Serviço de Assistência Especializada (SAE), no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e no Centro de Testagem e Aconselhamento Itinerante (CTAi), de folders e adesivos educativos sobre o tema e para divulgar os Testes Rápidos para HIV, Sífilis e Hepatites Virais;
14 e 15 de outubro: Intensificação das testagens para Sífilis, HIV e Hepatites B e C no Serviço de Assistência Especializada de Aparecida de Goiânia (SAE).
21 a 23 de outubro no período diurno: Realização de ação conjunta com os postos Drive Thru de testagem da Covid-19 e de vacinas para a realização de Testes Rápidos de Hepatites B e C, HIV e Sífilis.
26 de outubro: Realização da “III Capacitação sobre o Manejo Clínico da Sífilis em Gestante e Sífilis Congênita”. O evento, destinado aos profissionais, será online através do aplicativo Zoom Cloud Meetings.
Intensificação das testagens para Sífilis, HIV, Hepatites B e C, principalmente nas UBS’s, UPA’s e CAIS, através da oferta dos testes a todos os pacientes, de acordo com as possibilidades de cada local, que foram às unidades por outros motivos, seja por consulta médica e/ou enfermagem, para vacinar, realizar curativos e etc.
Continuação da testagem rápida de Infecções Sexualmente Transmissíveis nos laboratórios conveniados em todas as amostras de sangue, mesmo sem solicitações dos exames de HIV, Sífilis e Hepatite B e C, em moradores de Aparecida.
Intensificação das testagens para Sífilis, HIV e Hepatites B e C no Complexo Prisional de Aparecida em parceria com a Universidade Federal de Goiás e o Laboratório Gilead.
Testagem em todas as clínicas de recuperação do município, durante todo o mês de outubro, e, caso seja necessário, será estendida para novembro.