Goiás – Gustavo destaca utilização de tecnologia no combate à Covid-19 em Aparecida

Palestrante na Semana Oficial de Engenharia e Agronomia, prefeito de Aparecida de Goiânia apresentou políticas públicas implantadas na cidade que auxiliam a administração pública em diversas áreas, inclusive, na Saúde

O prefeito Gustavo Mendanha, que já havia participado na noite de ontem da abertura da Semana Oficial da Engenharia e Agronomia (SOEA Connnect) – evento realizado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás (CREA-GO) – destacou durante palestra na tarde desta quinta-feira,16, o uso da tecnologia no combate à Covid-19 em Aparecida. O gestor ressaltou os investimentos em infraestrutura tecnologia e ações do dia a dia que humanizam o atendimento oferecido pela rede municipal desde o início da pandemia.

Gustavo pontuou que as ações, que utilizam tecnologia na saúde, estão inseridas dentro do Projeto Cidade Inteligente que foi implantado em Aparecida em 2019. Na primeira, fase foram instalados em toda cidade mais de 750 quilômetros de fibra óptica, permitindo a construção de uma das maiores redes do País. Além disso, Aparecida possuiu ainda um data center próprio com capacidade de armazenamento de 7.600 terabytes.

Dotada de infraestrutura, a Prefeitura de Aparecida, segundo ressaltou o prefeito, consegue realizar diversas ações no enfrentamento à Covid. No acompanhamento dos pacientes.

“Logo no início da pandemia nós adotamos medidas recomendas pela Organização Mundial da Saúde, a testagem em massa da população com o teste RT-PCR é um dos pilares utilizados para monitorarmos a presença do vírus na cidade. Para os casos positivos identificados a partir dessa testagem, a Secretaria Municipal de Saúde utiliza o serviço de telemedicina aonde diariamente o paciente recebe uma ligação de um médico ou enfermeira. Com isso, acompanhamos o quadro clínico e apenas quando necessário o cidadão é encaminhado para uma unidade de saúde, evitando sobrecarga do sistema”, explicou.

Telemedicina monitora pacientes com Covid-19 em Aparecida de Goiânia (Foto: Secom)
No dia a dia dos pacientes internados com Covid-19, a tecnologia também está presente. Durante o tratamento, o doente, que não pode receber visitas presenciais, não perde contato com a família. Através de smartphones e tablets a Secretaria de Saúde oferece visitas online por meio de vídeos chamadas. A medida, de acordo com Mendanha, fortalece os laços familiares e também leva esperança tanto ao paciente quanto a família.

Central de Telemedicina já monitorou mais de 23 mil pacientes com Covid-19

Outra medida destacada pelo prefeito, que também utiliza a tecnologia, é a utilização de um painel de monitoramento da doença. “Nosso painel, que é atualizado diariamente, nos permite saber em quais regiões e bairros da cidade estão a maioria dos casos, a quantidade diária de novos casos, o número de pacientes recuperados, o avanço da vacinação entre outras informações”, detalhou Gustavo Mendanha.

Foi com auxílio de informações precisas do painel e outras medidas que Aparecida, ao contrário de cidades e estados brasileiros, conseguiu manter a economia ativa nos períodos mais críticos da pandemia.

“Com muita responsabilidade adaptamos e implantamos o modelo israelense de isolamento social em nossa cidade. Dividimos o município em 10 macroregiões e a cada dia da semana, conforme o cenário, fechávamos uma ou duas dessas macrozonas, permitindo que outras permanecessem ativas. Essa medida teve mais de 90% de adesão da classe produtiva que entendeu o momento e contribuiu bastante com a gestão. Graças ao escalonamento intermitente evitamos o desemprego e a falência de muitas atividades”.

Aparecida é responsável por 45% de todos os testes RT-PCR realizados em Goiás

Para manter os dados cadastrais de um paciente, seja de covid ou não, Aparecida já trabalha com o prontuário eletrônico. Com as informações armazenadas em nuvem, equipes medicas da rede municipal têm acesso aos dados do paciente sempre que for necessário consultar algum dado. Assim, conforme apontado pelo prefeito durante a palestra, decisões podem ser tomadas com maior rapidez e eficiência. “Esse prontuário permite aos médicos e demais profissionais saber se o paciente possui alguma doença crônica, alergias, que tipo de medicação utiliza, ou seja, toda vez que ele é atendido em uma de nossas unidades as informações ficam armazenadas”, disse durante a palestra.

Aparecida realiza testagem em massa da população desde o início da pandemia (Foto: Rodrigo Estrela)
Vacinação
Ferramenta utilizada para agendar a vacinação da população contra covid, o aplicativo ‘Saúde Aparecida’ permite que em poucos cliques o cidadão garanta sua imunização. A plataforma também foi destacada pelo prefeito. “Hoje, o mundo está cada vez mais tecnológico o aplicativo permite que a pessoa marque sua vacinação ou teste sem sair de casa, isso é gestão, é serviço e comodidade para quem usa o serviço público. Vamos continuar trabalhando para melhorar a prestação se serviços à nossa população”, disse Gustavo.

Outras ações
Ainda durante a palestra, Gustavo Mendanha destacou outras ações realizadas em Aparecida que otimizam o serviço público graças ao uso da tecnologia. O prefeito apontou que o sistema de videomonitoramento utilizado na cidade permitiu a redução da criminalidade em cerca de 30% no munícipio. O Projeto Olhos de Águia conta com 650 câmeras que monitoram 24 horas avenidas, ruas, praças e parques da cidade. Além disso, as unidades de saúde e educação também são fiscalizadas em tempo real.

“Nosso videomonitoramento inibe ações criminosas, pois o infrator quando percebe a câmera pensa duas vezes antes de cometer um crime. Nessa semana, com auxílio de nossas imagens, as polícias Militar e Civil conseguiram prender os autores de um roubo a uma agência bancária. Lembro ainda de uma escola que estava sendo furtada e em menos de quatro minutos, com auxílio das imagens, uma de nossas equipes da GCM chegaram ao local e prenderam os marginais”, detalhou Gustavo.

Câmeras de videomonitoramento ajudam na investigação de roubo a agência bancária em Aparecida

A economia de recursos públicos com utilização de energia solar também foi assunto durante a palestra. Gustavo explicou que o prédio de seis andares da Cidade Administra possui sistema de captação energética. “Todo o prédio funciona com energia limpa, apenas os elevadores necessitam de energia elétrica. Outro destaque é que captamos água das chuvas e reaproveitamos em diversas atividades”, apontou.

Sobre a utilização de energias renováveis, Gustavo ainda lembrou que diversas unidades de saúde no município são equipadas com sistema de captação de energia solar. “Trabalhamos em busca de recursos para que possamos criar uma fazenda fotovoltaica para que todos os prédios públicos e a iluminação pública possam ter esse sistema. Sem dúvida, iremos avançar muito com essa iniciativa”, finalizou.