Brasil – Esporte brasileiro conta com patrocínio de cerca de R$ 82 milhões da Caixa

Também serão apoiados projetos sociais que atendem jovens e crianças em vulnerabilidade social

Esporte brasileiro conta com patrocínio de cerca de R$ 82 milhões da Caixa
O Presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que a Caixa cada vez mais se volta ao social – Foto: Marcos Corrêa/PR

Oesporte olímpico e paralímpico terão um reforço. A Caixa Econômica Federal e as Loterias Caixa anunciaram, nesta terça-feira (1), em cerimônia no Palácio do Planalto, projeto de apoio ao esporte brasileiro que destina cerca de R$ 82 milhões em patrocínio. Também serão apoiados projetos sociais que assistem jovens e crianças em vulnerabilidade social.

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que a Caixa cada vez mais se volta ao social. “Uma Caixa que agora ocupa os espaços, em especial nas mídias sociais, com boas ações. E não aquela Caixa no passado, onde cada diretoria tinha um dono. Uma Caixa que, em dois anos, deu mais lucro do que os oito daquele cara que assumiu em 2003.”

Durante o evento, também foi assinado o patrocínio ao skate que, neste ano, estará na programação olímpica. O acordo vai até junho de 2022 e prevê R$ 6,43 milhões à Confederação Brasileira de Skate. O recurso viabilizará ainda a estruturação de projetos sociais para 3,2 mil atletas e apoiará campeonatos profissionais e amadores.

De acordo com a Caixa, com o anúncio desta terça-feira, o banco se consolida como o maior apoiador do esporte brasileiro, com três modalidades olímpicas, 11 paralímpicas, formação de base e projetos sociais.

Apoio ao esporte
No mês de maio, a Caixa oficializou a manutenção da parceria com a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) e com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Nesse novo ciclo de apoio, o atletismo receberá R$ 16 milhões para o período de junho de 2021 a junho de 2022.

Para a ginástica, o patrocínio será de R$ 30 milhões por quatro anos, de maio de 2021 a maio de 2025, nas quatro modalidades, que são ginástica artística, rítmica, de trampolim e aeróbica. Será ainda ampliado de 15 para 30 Centros de Excelência Loterias Caixa de Ginástica no novo ciclo, dobrando para 3 mil o número de crianças e adolescentes atendidas no país.

No esporte paralímpico, o apoio é de R$ 24,7 milhões de 2021 a junho de 2022, para 11 modalidades: atletismo, natação, halterofilismo, tiro esportivo, futebol de 5, bocha, judô, goalball, basquete em cadeira de rodas, tênis de mesa e vôlei sentado. Há ainda projetos sociais como a inclusão social de 550 crianças e adolescentes com deficiência da rede pública de ensino no Centro Paralímpico Caixa, em São Paulo (SP).

Criança Cidadã
No patrocínio a projetos sociais, foi ampliada a parceria com a Associação Beneficente Criança Cidadã, de Recife (PE), para atender 400 crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social.

Desde 2009, a Caixa patrocina a Orquestra Criança Cidadã e agora passa a apoiar também outros dois projetos: prática de artes marciais e escola especializada na fabricação de instrumentos. Serão destinados para as três iniciativas R$ 2,2 milhões de maio de 2021 a janeiro de 2022.

Copa América no Brasil
O Presidente Jair Bolsonaro comentou sobre a realização da Copa América no país. “No que depender do Governo Federal, será realizada a Copa América no Brasil.”

O Presidente relatou que consultou ministros que concordaram com a realização da competição. Ele lembrou que está em curso no Brasil a Copa Libertadores da América com times de países como Venezuela, Equador, Argentina, sem público, e obedecendo os protocolos sanitários.

“Todos os meus ministros são favoráveis à Copa América do Brasil, com os mesmos protocolos das eliminatórias e da Libertadores”, afirmou o Presidente Jair Bolsonaro.