Goiás – Caiado recebe 4º lote de vacinas, que vai imunizar pessoas com mais de 85 anos

Novo lote com 77,8 mil doses é do imunizante da Coronavac e será distribuído nesta segunda-feira (08/02). Postos de vacinação nos 246 municípios goianos estão disponíveis no site da Secretaria Estadual de Saúde. “Vamos priorizar o máximo possível o drive-thru, é maneira mais ágil e que aglomera menos”, pondera governador

Governador Ronaldo Caiado e secretário Estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, recebem quarta remessa de vacinas contra a Covid-19. (Foto: Wesley Costa)

O governador Ronaldo Caiado, acompanhado pelo secretário Estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, recebeu neste domingo (07/02), a quarta remessa de vacinas contra a Covid-19, enviadas pelo Ministério da Saúde. São 77,8 mil novas doses da Coronavac, produzidas pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, que vieram em um voo comercial. “Isto nos traz uma esperança enorme de atingir exatamente a faixa etária que tem o maior risco de complicações e o maior percentual de letalidade”, disse o governador, explicando que terão prioridade, inicialmente, idosos de 90 anos acima e depois 85 anos acima.

“Graças a Deus. Era o lote que eu mais esperava para atender essas pessoas que estão aflitas em casa, ansiosas e esperando uma perspectiva maior de ter a alegria de poder continuar vivendo”, destacou Caiado. Após o desembarque, os imunizantes seguiram para a Rede de Frio da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Com esse novo carregamento, que nas palavras do governador é “especial”, o Estado vai encaminhar o imunizante para todos os 246 municípios já na manhã desta segunda-feira (08/02).

Em coletiva à imprensa, Caiado explicou que com o novo lote, junto com o que a SES já tem armazenado, será possível fazer a imunização de 53.800 pessoas em todo o Estado. O número é suficiente para praticamente cobrir a população de cerca de 52 mil goianos com mais de 85 anos, segundo levantamento da SES. “Esperamos que nos próximos dias possamos completar 100% dessa faixa etária”, completou.

Quem quiser saber mais sobre a vacinação pode conferir, no site da Secretaria Estadual de Saúde (www.saude.go.gov.br/coronavirus), a listagem de todos os postos de vacinação nos 246 municípios goianos. Além disso, explicou o secretário, o Governo de Goiás trabalha para evitar aglomerações. “Existe no portal do governo (www.go.gov.br/vacinagoias) um campo específico para o pré-cadastramento, de forma que a pessoa insere seus dados e terá a unidade disponível para que possa vacinar com o mínimo de aglomeração possível”, afirmou Ismael Alexandrino. O serviço estará disponível para os goianos a partir das 8h desta segunda-feira (08/02).

Conforme o secretário, o pré-cadastro não é obrigatório, mas facilita e organiza. “Não perderemos a oportunidade de vacinar um idoso que esteja na faixa etária, que, porventura, não fez o pré-cadastro e chegou à unidade”, completou. O governador Ronaldo Caiado acrescentou: “Em Goiânia e municípios maiores vamos priorizar o máximo possível o drive-thru. É a maneira mais ágil e que aglomera menos”.

A distribuição do imunobiológico será feita conforme mapeamento da SES, que já possui o quantitativo exato de público em cada município goiano. Conforme Caiado, será exigido o cumprimento do novo ordenamento. “Não tem agora nenhuma prioridade que não seja pessoas inicialmente acima de 90 anos, depois 85 acima e assim sucessivamente. Não tem ninguém que vai furar fila nesse processo. Temos que seguir a ordem e não podemos admitir que as pessoas mais idosas estejam excluídas”, asseverou.

Para tanto, o governador pediu apoio da população e da imprensa6 com denúncias de quem pretender furar a fila. Toda e qualquer irregularidade, garantiu Caiado, será apurada e o responsável terá que responder junto ao Ministério Público Estadual e também à Polícia Civil pela prática criminosa de tomar a vacina fora da sua faixa etária.

Somando os quatro lotes até agora enviados pelo Ministério da Saúde, Goiás já recebeu 356.280 doses de vacinas contra a Covid-19. São 291.280 da Coronavac e 65.500 das AstraZeneca. Segundo levantamento oficial da SES, até o momento já houve a aplicação de 125.437 dos imunizantes destinados ao Estado.

Início

A vacinação no Estado de Goiás começou em 18 de janeiro com a remessa de 183 mil doses da Coronavac. Foram distribuídas cerca de 91 mil doses para as regionais de saúde. O governador Ronaldo Caiado, que é médico, deu início à campanha, e aplicou a primeira dose do imunizante no Estado à idosa Maria Conceição da Silva, de 73 anos, moradora de um abrigo em Anápolis. Em seguida, já em Goiânia, no Hospital de Campanha da Capital, a técnica de enfermagem Paulete Pereira dos Santos Medeiros, 50 anos, também foi vacinada por Caiado.

Já no dia 24 de janeiro, o Estado recebeu seu segundo carregamento, desta vez o imunobiológico desenvolvido pela AstraZeneca e a Universidade de Oxford. Foram 65,5 mil doses utilizadas em sua integralidade para fazer a imunização de profissionais de saúde. Isso porque o intervalo de aplicação entre a primeira e segunda dose da vacina é maior, três meses, tempo suficiente para nova produção e continuidade do calendário do PNI.

Por fim, no dia 25 de janeiro chegou a terceira remessa. Foram 29.900 doses da Coronavac. Dessa vez, os imunobiológicos foram enviados aos municípios goianos junto às mais de 90 mil vacinas para a aplicação da segunda dose, que estão estocadas.

Fonte: Secom-GO